post-blog-historia-da-ermida

Conheça tudo sobre a história da Cerâmica Ermida

Com mais de 50 anos de experiência na produção de itens de cerâmica, a empresa é hoje referência no mercado de materiais de construção

É provável que você saiba que, hoje, a Cerâmica Ermida conta com um processo altamente tecnológico e supre o mercado com produtos de alta qualidade e ótimo custo-benefício, já que fabrica 2 milhões de blocos de cerâmica para construção por mês.

Entretanto, você conhece a origem dessa empresa que tem mais de meio século de experiência? Descubra, a seguir, a história da Cerâmica Ermida, empresa do Grupo Nivoloni glifo especialista na produção de blocos cerâmicos de alta qualidade, cuja existência se confunde com a própria trajetória da cerâmica no país.

Onde tudo começou

Nossa história tem início no ano de 1887, quando a família Nivoloni deixou a Itália e partiu em direção ao Brasil, com o intuito de buscar melhores condições de vida e oportunidades de trabalho.

Assim que chegaram aqui, começaram a trabalhar nas lavouras de café paulista ao lado de outros “oriundi”. O cenário aqui foi a fazenda Rio das Pedras, na cidade de Jundiaí glifo, no interior do estado de São Paulo. Posteriormente, após muito esforço, a família conseguiu adquirir sua própria fazenda.

Contudo, em 1888, em virtude da crise do café, os Nivoloni encerraram suas atividades agrícolas. Por isso, dois anos depois, decidem fabricar tijolos em sua fazenda, uma vez que tinham adquirido conhecimentos sobre o segmento cerâmico ainda na Itália.

Dessa forma, Aristide Nivoloni e seus filhos passam a produzir tijolos em uma olaria comunitária de imigrantes italianos localizada na baixada do Rio Jundiaí. O ano é 1910.

Passados 15 anos, Aristide deu um passo importante, em parceria com seus irmãos: construiu sua própria olaria na cidade de Várzea Paulista (SP). Então, Silvestre A. Nivoloni e sua família adquirem novas olarias e cerâmicas, ampliando o negócio.

Do sonho à realidade

Com o passar do tempo, os Nivoloni aprimoram seu conhecimento das técnicas de processamento da argila e, em 1968, compram a antiga Cerâmica São Gonçalo. Fundam, enfim, a Cerâmica Ermida, nome que significa “ligado a uma pequena igreja ou capela, quase sempre edificada em lugares isolados”.

Primeiramente, a empresa era bastante simples, com a produção voltada de maneira exclusiva para a fabricação de lajotas e blocos de cerâmica para vedação.

Os blocos de cerâmica

Foi em 1982 que a Cerâmica Ermida atingiu um grande avanço. Por causa de uma maior diversificação em seus meios de produção, começou a fabricar blocos de cerâmica, materiais de alta qualidade que são considerados os melhores produtos cerâmicos para alvenaria.

É nessa mesma época em que os blocos e lajotas passam a ser transportados pelo “carregador”, maquinário produzido pela empresa Máquinas Morando, de Jundiaí (SP). Desse modo, foi possível otimizar os processos de fabricação.

Em 1988, mais um marco: foi construído o “forno túnel”, que possibilitou aumento de produtividade, além de melhorias na qualidade do produto e no ambiente de trabalho. Como resultado, a Cerâmica Ermida se torna referência no mercado da construção civil.

No ano de 1994 tem início a produção de blocos cerâmicos estruturais e, a partir daí, as melhorias na fábrica não pararam de acontecer, sempre com o intuito de trazer o melhor produto possível para o consumidor final.

De fato, foi o que ocorreu com a instalação do moinho para processamento do argilito, em 2000, que permitiu a utilização de argila de melhor qualidade; e com o uso do secador, a partir de 2004, que teve como consequência direta a ampliação da capacidade produtiva.

Em 2009, foi iniciada a governança corporativa da Cerâmica Ermida e, um ano depois, a empresa passou a contar com um laboratório de controle de qualidade. Com efeito, é o princípio da certificação de seus produtos.

O próximo passo foi planejar e construir uma nova planta para a fábrica, com tecnologia para possibilitar um processo produtivo quase 100% automatizado. As obras começaram em 2012 e, em 2015, a planta antiga foi desativada.

Nossos diferenciais

Desde 2016, nossos produtos cerâmicos – tanto os blocos estruturais quanto os de vedação com furo vertical – são certificados dentro das normas técnicas do OCP-SENAI e apresentam alto padrão de qualidade.

Além disso, produzimos mais de 30 variedades de blocos de cerâmica, que podem ser utilizadas para vedação, alvenaria estrutural, canaletas e outras funções especiais. Hoje, nossa oferta de materiais se dá de duas maneiras: em pallets e à granel.

Linha do tempo da Cerâmica Ermida

No infográfico abaixo, você confere, lado a lado com os grandes acontecimentos históricos, uma linha do tempo com todos os momentos marcantes que determinaram como a Cerâmica Ermida se tornou a referência no mercado que é hoje. Acompanhe:

historia-da-ermida

Desafios para o futuro

Com mais de meio século de história, a Cerâmica Ermida continua sempre inovando para atender da melhor maneira possível um mercado cada vez mais exigente.

E, ainda que os negócios tenham adquirido proporções industriais, buscamos, primordialmente, manter o ambiente familiar para que os fornecedores, colaboradores e clientes sintam-se acolhidos.

Fique por dentro de todos os nossos lançamentos, além de outras novidades, por nossas redes sociais: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e inscreva-se em nosso canal no YouTube!