post-montar-cronograma-de-obras

Saiba como montar cronograma de obra e evite problemas

Fuja do retrabalho e economize dinheiro organizando um cronograma de obra simples, rápido e fácil de fazer. Confira!

Um cronograma de obra é um documento utilizado para a gestão das atividades. Nele, constam as datas de conclusão de cada etapa, bem como todas as tarefas bem especificadas. E, por causa de todos os detalhes, essa ferramenta leva tempo para ser feita.

Entretanto, no longo prazo, o investimento acaba valendo a pena, já que ter todos os serviços listados e ordenados evita retrabalho e, assim, gera economia.

Por isso, a Cerâmica Ermida glifo preparou um passo a passo para você aprender como montar cronograma de obra de maneira prática e rápida. Continue lendo e saiba mais!

Enumere as atividades

Primeiramente, é essencial ter em mãos o projeto da obra, com todas as atividades que serão executadas. Com a finalidade de agilizar o processo, também é importante que, na hora de elaborar o orçamento, você tenha listado os materiais glifo na ordem lógica em que eles serão utilizados.

Então, com a lista de matérias-primas e de tarefas a serem executadas, chegou o momento de planejar as etapas em nível macro, isto é, de uma forma mais ampla. No caso da construção de uma casa, por exemplo, as fases seriam locação de obra, infraestrutura, superestrutura, alvenaria, instalações hidráulicas e elétricas, acabamentos e assim por diante.

Defina as datas

Assim que as etapas e a ordem em que elas serão realizadas estiverem definidas, você deve estabelecer as datas de conclusão de cada uma delas. Afinal, em qualquer obra, uma fase precisa estar pronta para que a próxima possa ser iniciada.

Como resultado, alguns fatores precisam ser levados em consideração, entre eles a capacidade de produção, a quantidade de profissionais e os equipamentos com que você conta para a execução do projeto.
Para quem está começando na construção civil e ainda não tem certeza sobre os prazos, a dica é pesquisar e conversar com colegas de profissão, fornecedores e funcionários para ter uma noção melhor da duração de cada tarefa com os recursos disponíveis.

Inclua as operações relacionadas

Com as etapas mais amplas e seus prazos definidos, o próximo passo é listar as tarefas mais específicas de cada fase e, em seguida, elencar quais delas devem acontecer antes das outras.
É possível, também, que algumas atividades devam ser realizadas simultaneamente e essas informações devem constar no cronograma de obra.

Respeite o cronograma de obra

Manter-se dentro do que foi programado é imprescindível. Contudo, por mais que você planeje, imprevistos acontecem e fazer ajustes faz parte do processo. Assim sendo, para que a data para o fim da obra seja cumprida, inclua sempre uma margem de segurança nos prazos definidos.

E, agora que você já sabe como montar um cronograma de obras, que tal saber mais sobre gerenciamento de obras? Clique aqui glifo e conheça 10 aplicativos que vão facilitar a sua vida!